Polícia Federal homenageia IDESF com medalha comemorativa

0
453

Em cerimônia realizada na Delegacia da Polícia Federal de Foz do Iguaçu (PR), o IDESF e o Presidente do Instituto, Luciano Stremel Barros, foram homenageados com a entrega da medalha comemorativa aos 80 anos da Polícia Federal.
O Delegado-chefe da PF em Foz do Iguaçu, Marco Berzoini Smith, fez a entrega da medalha. O reconhecimento público acontece em virtude das diversas ações realizadas por meio de parceria e convênio formal entre o IDESF e a Polícia Federal. Segundo Luciano, “Há uma longa história de cooperação e trabalho conjunto, em variadas ações, com projetos educacionais dos quais diversos servidores da PF foram alunos do IDESF, e, ainda na esfera acadêmica, temos servidores da PF que fazem parte do corpo docente da Pós-graduação em Gestão e Segurança de Fronteiras. Também é importante citar os eventos realizados em conjunto, cujos debates ajudaram na construção de políticas públicas, como a edição do artigo 334-A (Importar ou exportar mercadoria proibida) que foi incorporado ao Código Penal”.
Ainda na esfera acadêmica, as edições do livro e da revista científica (Re)Definições das fronteiras sempre contam com a produção de artigos de policiais federais. Já foram publicados conteúdos relacionados à legislação criminal para a repressão de transporte ilícito de valores, cooperação transfronteiriça, operações policiais, contrabando, e demais temas ligados às áreas de fronteira. Segundo Marco Smith, “O IDESF é um parceiro estratégico da Polícia Federal desde a sua criação, ao promover estudos e debates acadêmicos a respeito das regiões de fronteira. A Polícia, como órgão público e, particularmente, a Polícia Federal, com a competência constitucional de polícia de fronteira, aeroportuária e marítima, tem a obrigação de estar a par destas discussões na sociedade e no meio acadêmico para sempre se atualizar, revisar e reposicionar o seu papel”.
Entre as ações do IDESF, também há iniciativas de infraestrutura, como o apoio à reforma do Núcleo Especial de Polícia Marítima Polícia Federal Foz do Iguaçu (NEPOM) e convênio com a Superintendência da PF do Rio Grande do Sul para a estruturação de um museu localizado nas dependências da Delegacia de Polícia Federal na cidade de Santa Cruz do Sul (RS).
O Delegado da Polícia Federal em Foz do Iguaçu, Fabiano Bordignon, à época, acompanhou as obras realizadas no Nepom, e destacou a contribuição do IDESF não somente com a PF, mas com os demais órgãos que atuam no patrulhamento de fronteiras. “O IDESF representa essa união de esforços da iniciativa privada com o público em prol da segurança das fronteiras. Essa medalha foi entregue a poucas entidades, e é uma merecida homenagem que representa o reconhecimento a todo o trabalho realizado ao longo dos anos.

Leia mais:

Os cinco anos da Base integrada de Operações de Fronteira da PF no Rio Paraná

*Artigo publicado em 3 de março de 2021.

Luciano Stremel Barros, Presidente do IDESF, recebe a medalha das mãos do Delegado-chefe da Polícia Federal em Foz do Iguaçu, Marco Berzoini Smith.
Luciano junto a servidores da PF que atuam no NEPOM.

 

Em 2016, registro das obras no NEPOM.
Placa alusiva ao lançamento da pedra fundamental da construção do NEPOM.
PF Rodrigues, Luciano Stremel Barros e Fabiano Bordignon em frente ao local onde hoje funciona o NEPOM antes de iniciarem as obras de reforma do local.

 

Estrutura onde hoje funciona o NEPOM antes da reforma.
Solenidade de abertura do museu localizado nas dependências da Delegacia de Polícia Federal na cidade de Santa Cruz do Sul (RS), em 2019.
O IDESF apoiou a estruturação de um museu localizado nas dependências da Delegacia de Polícia Federal na cidade de Santa Cruz do Sul (RS).

 

Uma das salas do museu localizado nas dependências da Delegacia de Polícia Federal na cidade de Santa Cruz do Sul (RS).
Policiais federais e demais servidores ligados à área de segurança pública já publicaram artigos nos livros e na revista científica (Re)Definições das fronteiras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome