Alunos da pós-graduação realizam visita técnica à região fronteiriça do MS

0
129
Sede da Polícia Nacional de Pedro Juan Caballero

Os alunos da Pós-Graduação em Gestão, Estratégia e Planejamento em Fronteiras, realizada pelo Instituto de Desenvolvimento Econômico Social de Fronteiras (IDESF), em parceria com a ESIC – Business & Marketing School e a Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG) realizaram visita técnica à região fronteiriça de Mato Grosso do Sul. A atividade faz parte da programação do curso, oferecida aos alunos das turmas de Foz do Iguaçu, Cascavel (PR) e Porto Alegre (RS).
Luciano Barros, Presidente do IDESF, destacou que esta é a primeira viagem ‘pós- pandemia’ realizada com os alunos. “As viagens técnicas são protocolares dos cursos oferecidos pelo IDESF, em todas as edições nós proporcionamos essas experiências para expandir ainda mais a visão de fronteira deles. Em Pedro Juan Caballero, por exemplo, visitamos a sede da Polícia Nacional e tivemos um momento de integração e reflexões conjuntas sobre as ações do Brasil e do Paraguai no combate aos crimes fronteiriços”.
Além da visita técnica, foi realizado o Seminário “Segurança em Fronteiras”. Em Dourados (MS), os alunos visitaram o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteira (SISFRON) e assistiram às palestras: “A contribuição da ABM no uso de RPAs pelos órgãos de segurança”, com o Presidente da Associação Brasileira de Multirrotores (ABM), Lincoln Alex Kadota, “A importância do agronegócio brasileiro”, com o Pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, Fernando Lamas e “Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteira”. Ao final, houve uma demonstração de drones.
Na oportunidade, também foi realizado o lançamento do estudo “O mercado ilegal de defensivos agrícolas no Brasil”, trabalho mais recente do IDESF, cuja apresentação contou com as participações do Presidente da CropLife Brasil, Christian Lohbauer, do Chefe da Divisão de Fiscalização de Agrotóxicos e Afins/MAPA, Julio Cesar Alves de Lima e do Cel. Wagner Ferreira da Silva – PM/DOF/MS, que proferiu a palestra “Policiamento ostensivo na fronteira Brasil-Paraguai em MS”. O promotor de Justiça da Comarca de Dourados (MS), Ricardo Rotuno, também participou da programação, cuja fala abrangeu a segurança nacional na fronteira. O Professor Tomaz Espósito Neto/UFGD, encerrou a programação do dia com o painel “Itaipu na relação do Brasil com o Paraguai”.
Em Ponta Porã, foi realizada visita aos pontos emblemáticos da fronteira e também à Polícia Nacional do Paraguai. O grupo foi recepcionado pelo Diretor da Polícia de Amambay, Inspetor Silvino Jara Benitez, pelo Chefe do Departamento de Segurança Cidadã, Victor Ramirez e pelo Chefe do Departamento de Investigações, Hugo Diaz. “Este é um momento muito importante de intercambiar ideias sobre a segurança das fronteiras e as tecnologias que podemos utilizar em conjunto”, ressaltou Silvino Jara Benitez.

A aluna Karla Lorena Rosas Della Flora, Analista Tributária da Receita Federal do Brasil, destacou: “A visita técnica é uma oportunidade única, uma forma de integração e troca de conhecimentos. O IDESF tem proporcionado avanços substantivos na minha visão crítica em relação a vários assuntos e, neste momento em que podemos interagir pessoalmente com forças policiais e demais segmentos que atuam na segurança das fronteiras, traz um enriquecimento jurídico, pessoal e profissional enormes”.
O Secretário Executivo do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (Guarda Municipal de Foz do Iguaçu), Josnei Fagundes Marquardt, comentou que “A visita técnica vem selar todo o conteúdo teórico que nós tivemos durante as aulas e nada melhor do que trocar experiências práticas, do dia a dia, com os nossos vizinhos da fronteira”.

Uma das visitas realizadas foi ao SISFRON
Na oportunidade, foi apresentado o estudo “O Mercado Ilegal de Defensivos Agrícolas no Brasil”

MBA Gestão de Negócios e Segurança de Fronteiras
Além da pós-graduação, o IDESF também oferta um MBA em Gestão de Negócios e Segurança de Fronteiras. A formação contempla visitas técnicas no Brasil e módulo internacional na Europa e China, com o propósito de apresentar aos alunos os principais aspectos das dinâmicas das fronteiras, bem como a realidade da vida política, econômica, social, cultural e militar dos países visitados. A principal diferença em relação à pós-graduação é que no MBA as aulas são realizadas on-line e ao vivo, às segundas, terças e quartas-feiras, das 19h às 22h. Os conteúdos abarcam a análise do mercado de fronteiras e projetos nas áreas de economia, saúde, educação, logística e turismo, além de tributação e negociações específicas dessas regiões. Ao término do MBA, o aluno adquire certificação internacional.
As matrículas para a turma do MBA estão disponíveis em:
https://mbaonline.idesf.org.br/mba-idesf-lp/

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome