Presidente do IDESF fala em entrevista sobre a redução de tributos para conter o contrabando

0
108

O Jornal Gazeta do Sul, de Santa Cruz do Sul (RS), publicou nesta segunda-feira (30), entrevista com o presidente do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF), Luciano Stremel Barros, sobre a redução da carga tributária como forma de reduzir o contrabando. A entrevista foi realizada na sede do IDESF, antes do início da quarentena.

Luciano Barros disse que, enquanto houver grande diferença de preço entre o produto brasileiro e o fabricado no Paraguai, a tendência é o mercado ilegal se manter. “Enquanto no Brasil a tributação chega a mais de 80% em alguns estados, no Paraguai o imposto chega a 16% apenas. Porém, provavelmente o produto que ingressa de forma clandestina no Brasil sequer recolhe esses 16%, pois nem entra na contabilidade das empresas”, disse Barros, na entrevista.

Leia matéria completa em: http://www.gaz.com.br/conteudos/geral/2020/03/30/163831-nao_ha_como_conter_o_contrabando_sem_revisao_tributaria_diz_presidente_do_idesf.html.php?fbclid=IwAR34z91hAkuaJvo_RNrDl2zCudWlwDp2sn033p7DpzmseJ9ShRXa0EXoBoc

Assessoria de Comunicação IDESF

Foto: Reprodução

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome