IDESF lança revistas científicas com edições especiais sobre os temas contrabando, descaminho e tráfico de pessoas

0
1001

Mais duas edições da Revista científica (Re)Definições das Fronteiras foram lançadas: os dossiês temáticos “Contrabando e descaminho: realidades e desafios nas fronteiras” e “Tráfico de pessoas”. Em 2023, 5 edições da revista foram publicadas, todas com temas ligados às fronteiras.

Luciano Stremel Barros, Presidente do IDESF, destaca que o (RE) Definições é um projeto que nasceu junto ao Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (Portugal), em 2015. “Hoje já é um projeto maduro, com centenas de artigos publicados, e estas edições temáticas das revistas são interessantes porque reúnem diferentes visões e experiências sobre os temas abordados, visto que os autores dos artigos trabalham diretamente no combate aos crimes”. Luciano também complementa que o IDESF cumpre sua missão de reunir, disseminar conhecimento e promover a interação entre os atores que atuam diretamente em temáticas que fazem parte das áreas de fronteira. “O contrabando, por exemplo, continua sendo um dos grandes problemas que as fronteiras brasileiras vêm enfrentando e o tráfico de pessoas em uma sempre preocupante expansão”.

A revista “Contrabando e descaminho: realidades e desafios nas fronteiras” está disponível por meio do link http://journal.idesf.org.br/index.php/redfront/issue/view/7 e tem como editor convidado o Delegado-Chefe da Delegacia da Polícia Federal de Foz do Iguaçu, Marco Berzoini Smith. A edição traz artigos sobre temas como o contrabando de cigarros, agrotóxicos, os efeitos da pandemia em tais práticas, evasão escolar relacionada ao contrabando e o oportunismo econômico relacionado aos ilícitos transnacionais. As temáticas também se estendem a reflexões relacionadas à saúde pública, destinação de resíduos oriundos da prática criminosa, evolução da prática criminosa e reflexos sociais dos delitos transnacionais, além de um debate sobre o possível impacto da legalização da maconha diante do cenário delitivo da fronteira.

A edição “Tráfico de pessoas” pode ser acessada por meio do link http://journal.idesf.org.br/index.php/redfront/issue/view/6 e traz debates sobre este crime que compromete a liberdade e a dignidade humana. As abordagens da revista estão divididas em três partes: “Tráfico de pessoas: concepções de uma ocorrência frequente e despercebida”; “Tráfico de pessoas – complexidades, modalidades e aspectos relevantes”; e “Caracterização das vítimas do tráfico de pessoas, vulnerabilidades e interseccionalidades”.

A Revista científica (Re)Definições das Fronteiras se destina à publicação de artigos científicos inéditos e interdisciplinares, entrevistas, relatos de experiência e resenhas de livros sobre temas ligados às fronteiras e recebe artigos em fluxo contínuo. Para informação e submissão de artigos: http://journal.idesf.org.br/index.php/redfront/index

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome