Campanha Coração Azul: ações e intervenções para o combate ao tráfico de pessoas

0
1208

Especialistas, pesquisadores e representantes de organizações públicas e privadas participam, no mês de julho, de uma série de ações voltadas à conscientização, formação de pessoas e debates sobre melhorias de atendimento relacionadas às vítimas do tráfico de pessoas. Nas cidades de Foz do Iguaçu e Toledo haverá intervenções urbanas na Ponte Internacional da Amizade, Aeroporto e Feirinha da JK (Foz do Iguaçu). Em ambas as cidades também haverá a formação de agentes, quando representantes do Ministério da Justiça, junto a profissionais que atuam com a temática, reúnem-se para debater este problema mundial, que vem sendo agravado pelas crises humanitárias que atingem diversos países. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o tráfico de pessoas ocorre para fins de exploração da força de trabalho, exploração sexual, atividades criminais, casamentos forçados, tráfico de órgãos e venda de bebês, dentre outros.
Um dos pontos mais importantes da Campanha que acontece no Oeste do estado é o “IX Seminário Internacional da Tríplice Fronteira – Tráfico de Pessoas, formação de agentes”, evento que será realizado no Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention, em Foz do Iguaçu, no dia 28 de julho. Na programação, as temáticas abordadas envolvem conceitos gerais, características, complexidades e modalidades do tráfico humano, a Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, com a representante do Ministério da Justiça Marina Bernardes, o atendimento do Núcleo de Migração da Polícia Federal na Ponte da Amizade e as perspectivas de ação e encaminhamentos para o combate a esta modalidade de crime.
O representante da Cáritas, Padre Sérgio Bertotti, explica que desde 2015 as ações relacionadas à conscientização quanto ao tráfico de pessoas foram intensificadas por meio do envolvimento de diversos parceiros. “Neste ano daremos prioridade para a formação de agentes da área da segurança, saúde e assistência. Com os eventos e intervenções, que acontecem em Foz e neste ano também em Toledo, vamos fortalecer ainda mais nossa atuação. Agradecemos sempre a Itaipu Binacional por patrocinar estes seminários, o que ajuda toda a rede de prevenção ao crime”.
Josnei Fagundes Marquardt, Secretário Executivo do Gabinete de Gestão Integrada de Foz do Iguaçu, comentou sobre o histórico da campanha na cidade: “A campanha Coração Azul começou em 2014, por meio da Cáritas em conjunto com a Diocese, durante uma Campanha da Fraternidade, em que foi trazida à comunidade a questão da prevenção em relação ao tráfico de pessoas. É um crime ainda bastante invisível, embora seja um dos mais rentáveis do mundo. Em 2018, esse grupo de trabalho foi vinculado ao Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira e, hoje, temos reuniões mensais da Câmara Técnica para fortalecer a rede de combate a este crime e atuar na criação de políticas públicas”. Fagundes também explica que Foz do Iguaçu é reconhecida pelas ações que faz em relação a essa temática, principalmente pela integração junto ao Paraguai e a Argentina. “Recentemente levamos esse trabalho para a cidade de Toledo, quando o Ministério Público solicitou uma reunião para conhecer o trabalho de Foz e, assim, acabaram criando um comitê de enfrentamento ao tráfico de pessoas naquela cidade. Trabalhamos fortemente na prevenção e no acolhimento às vítimas, com base na legislação nacional e no plano nacional de enfrentamento ao tráfico de pessoas”.
O Presidente do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF), que é uma das instituições organizadoras do evento, Luciano Stremel Barros, destaca:
“Esperamos com o Seminário integrar as autoridades tanto do Judiciário, Ministério Público, órgãos de acolhimento e sociedade civil para tentarmos de alguma forma atender a essa problemática nos 3 grandes eixos: da prevenção, do acolhimento às vítimas e também na responsabilização dos grupos criminais”.
O patrocínio das ações é da Itaipu Binacional.

Campanha Coração Azul

A Campanha Coração Azul ocorre anualmente com o objetivo de promover a conscientização sobre o tráfico humano e seu impacto nas pessoas e na sociedade. Desta forma, incentiva o envolvimento de governos, sociedade civil, setor empresarial e indivíduos para promover ações de conscientização, a formação de pessoas para lidar com o tema e o debate para melhorias em todo o processo de combate ao crime.
A simbologia do coração azul representa a solidariedade com as vítimas do tráfico humano, a frieza dos traficantes e também por meio da cor “Azul ONU”, o compromisso da ONU no combate a este crime contra a dignidade humana.
Em caso de suspeita do crime, o canal de denúncias é pelo número 180.

Sobre o evento
A realização do Seminário é da Câmara Técnica de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (CTETP), que está vinculada ao Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), da Cáritas Foz do Iguaçu e do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF), e tem apoio da Prefeitura de Foz do Iguaçu, Jovens com Uma Missão (Jocum Foz), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal, Fórum Permanente de Combate ao Tráfico de Pessoas (FICA) e Campanha Coração Azul. O patrocínio é da Itaipu Binacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome