IDESF forma mais uma turma de especialistas em fronteiras

0
310

O Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF), promoveu a formatura da sétima turma da Pós-Graduação em “Gestão, Estratégia e Planejamento em Fronteiras”. A especialização acontece em parceria com a ESIC – Business & Marketing School Internacional – Brasil. A cerimônia foi realizada de forma presencial no auditório da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu (PR).
Dentre os alunos, estão empresários, profissionais liberais, trabalhadores da iniciativa privada, jornalistas e servidores públicos da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal (PF), Receita Federal do Brasil (RFB), Guarda Municipal e Polícia Militar. São 33 profissionais que puderam conhecer mais sobre os diversos temas que envolvem as fronteiras.

Luciano Stremel Barros, Presidente do IDESF, destacou que cada vez mais o Instituto atua com a formação e a integração nacional e internacional para promover a troca de experiências, seja conhecendo projetos “in loco” ou por meio do compartilhamento de experiências dos docentes do IDESF. “Além das visitas técnicas que fazemos durante o curso, uma vez aluno IDESF, ele será sempre convidado para as viagens, sejam elas nacionais ou internacionais. Essa visão global tanto da geografia das regiões quanto dos trabalhos realizados em cada local são fundamentais para a construção constante dessa abordagem holística sobre as fronteiras”.
O Delegado da Polícia Federal e professor do IDESF, Fabiano Bordignon, destacou a importância da interação entre os alunos e as oportunidades geradas neste ambiente em que o tema fronteiras é amplamente debatido. “Cabe destacar o quanto esta pós-graduação está cumprindo o seu papel de integração e construção do conhecimento”. As professoras Laura Urrejola e Ana Biesek também prestigiaram a diplomação.

O Diretor de Assuntos Aduaneiros do Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da RFB (Sindireceita), Moisés Boaventura Hoyos, participou de forma virtual da formatura, parabenizou os alunos formandos e destacou a importância dos debates trazidos pelo meio acadêmico para um olhar mais global às áreas de fronteira. Nesta turma, o Sindicato viabilizou a participação de servidores do Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul.

Diego Brandão, Coordenador da Escola Superior da Universidade Corporativa da Polícia Rodoviária Federal (PRF), também participou do evento de forma virtual e, ao abordar a importância do ensino para a evolução profissional, comentou: “Quando um membro da PRF se especializa, nós observamos que o efetivo como um todo também avança e essa pós-graduação traz uma temática atual e permanente que lidamos diariamente no nosso trabalho”.

Laura Urrejola (Professora IDESF), Diego Brandão (PRF) e Moisés Hoyos (Sindireceita) participaram da cerimônia de forma virtual.

Dentre os formandos, estão Jhonatan Luiz de Araújo, colaborador do Banco Itaú, que falou sobre a importância da pós-graduação na sua atuação. “Como alunos, conseguimos ter mais aparato para conhecer e aprofundar conhecimentos sobre as fronteiras, tema muito abrangente não apenas para as forças policiais, mas para todos os segmentos. Em termos de iniciativa privada, dá uma visão mais holística sobre as oportunidades e dificuldades encontradas nessas regiões”.
O formando Eversson Cadaval Madruga é Guarda Municipal em Foz do Iguaçu. “Esse curso trouxe a realidade de outras instituições que muitas vezes estão lidando com problemas que nós estamos tendo. Com o intercâmbio de informações, conseguimos pensar alternativas conjuntas, que talvez isoladamente não seriam criadas”.
A policial rodoviária federal Luiza Lux Lock também comentou as suas percepções sobre a pós-graduação. “Foi uma forma de expandir o olhar sobre as fronteiras. Como servidora da área de segurança pública, eu sempre tive uma perspectiva mais focada na minha área de atuação direta. Aqui, tivemos uma visão geral sobre temas como meio ambiente, tráfico de pessoas e atuação econômica, questões que em outros contextos dificilmente eu veria”. Na cerimônia de diplomação, a advogada e agora pós-graduada pelo IDESF Aicha Eroud e o advogado Fernando Maraninchi entregaram ao Delegado da RFB em Foz do Iguaçu, Paulo Bini, uma cópia de um estudo que versa sobre a necessidade de um acordo bilateral para evitar a bitributação internacional e evasão fiscal entre o Brasil e o Paraguai.

Na cerimônia de diplomação, a advogada e agora pós-graduada pelo IDESF Aicha Eroud e o advogado Fernando Maraninchi entregaram ao Delegado da RFB em Foz do Iguaçu, Paulo Bini, um Estudo sobre tributação e evasão fiscal entre Brasil e Paraguai.

O IDESF já formou mais de 400 alunos como especialistas em fronteiras nas pós-graduações em “Gestão, Estratégia e Planejamento em Fronteiras” e “Gestão em Ciência Política, Estratégia e Planejamento”.

Matrículas abertas para a Pós-graduação em Gestão e Segurança de Fronteiras

O IDESF está formando nova turma da pós-graduação para promover a capacitação de quem atua nos diversos segmentos das áreas de fronteira. O objetivo é proporcionar ao aluno uma visão transversal e uma análise do ambiente, segurança, negociações, movimento de capitais e estratégias integradas para tais regiões.
A pós-graduação tem duração de 18 meses e as aulas são realizadas na modalidade on-line ao vivo, às segundas, terças e quartas-feiras, das 19h às 22h.
Uma das estratégias de formação do IDESF é fazer com que o aluno tenha contato com cenários fronteiriços nacionais e internacionais. Para isso, são organizadas visitas técnicas no Brasil e em outros países. Uma vez aluno do IDESF, ele sempre será convidado a participar de tais experiências in loco.
Os professores são profissionais que atuam no contexto de fronteiras no Brasil e em outros países como Alemanha, França, Argentina, China e Estados Unidos.
Mais informações e matrículas estão disponíveis no site www.idesf.org.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome