IDESF completa 8 anos e lança plataforma de dados sobre fronteiras

0
1365

Sistema reúne indicadores socioeconômicos, de educação, saúde e segurança de todas as cidades da faixa de fronteira do Brasil

O desenvolvimento das fronteiras só é possível quando se tem acesso a dados e indicadores dessas regiões. Para isso, o IDESF investiu na construção de uma plataforma online com indicadores das 588 cidades que compõem a faixa de fronteira do Brasil. A plataforma é alimentada com informações de órgãos oficiais de segurança e de governo. Entre os dados utilizados, estão o PIB, IDHm, dados relacionados à educação, população economicamente ativa e taxa de ocupação. Na área de segurança pública, são adicionados dados de homicídios por data e localização. No segmento de saúde, são fornecidas informações como quantidade de estabelecimentos, leitos e mortalidade infantil de todas as cidades. Na próxima semana, também será lançada outra plataforma com informações sobre o mercado ilegal de agroquímicos, inclusive com as principais rotas utilizadas para escoamento dos produtos pelo país.
Luciano Stremel Barros, Presidente do IDESF, destacou que um dos principais objetivos das plataformas é, por meio de dados e informações, auxiliar os governos na construção de políticas públicas. “O debate sobre o tema das fronteiras é crucial para que se possa entender o fenômeno e contribuir para o desenvolvimento sustentável não só das economias, mas também das sociedades que vivem nestas regiões”.
Além de disponibilizar dados geolocalizados da região de fronteira, as plataformas trazem um compilado de informações resultantes desses 8 anos que o IDESF atua com pesquisas e debates sobre essas regiões.
Outra frente de atuação do IDESF para o desenvolvimento das fronteiras são cursos de pós-graduação e MBA. Já foram formados mais de 400 profissionais das esferas públicas e privadas nos cursos promovidos pelo IDESF.
“Uma grande frente de atuação nossa é capacitar pessoas para que tenham capacidade de analisar todas as peculiaridades que as regiões de fronteira nos trazem. Já temos uma ótima interlocução com as forças de segurança e nosso foco também é pensar nas potencialidades econômicas das fronteiras”.
Para isso, o IDESF lançou o MBA em Gestão de Negócios e Segurança de Fronteiras, que está com inscrições abertas.
“Ao longo da nossa trajetória temos nos dedicado a construir pontes entre o setor público e privado e a sociedade civil organizada, contribuindo para o desenvolvimento das áreas de fronteira com pesquisas, estudos e também com formação”.

Dados sobre as fronteiras do Brasil
O ecossistema das cidades de fronteira é diferente. Há aspectos geográficos, econômicos e culturais que tornam cada uma dessas regiões como únicas. A faixa de fronteira do Brasil tem 16.800 Km de extensão, limítrofe com outros 10 países.

– Aproximadamente 16.800 Km de extensão
– Passa por 11 estados
– 10 países fazem fronteira com o Brasil
– 12 milhões de habitantes nas regiões de fronteira

A plataforma de dados sobre as 588 cidades da faixa de fronteira pode ser acessada em: https://bit.ly/3xrlF7V

Compilado de resultados IDESF – 8 anos

Fundado em 5 de agosto de 2013, o Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF) é uma instituição civil, de direito privado, sem fins lucrativos, com sede em Foz do Iguaçu (PR), que atua como agente de desenvolvimento das fronteiras por meio de estudos, pesquisas, levantamento de dados, fortalecimento das relações políticas, sociais e econômicas e na formação de pessoas para atuar nos diferentes contextos de fronteira a fim de contribuir para o desenvolvimento sustentável destas regiões. Os estudos e publicações listados a seguir podem ser acessados no site do IDESF: www.idesf.org.br

Cursos ofertados

Junto com organizações como a ESIC – Business & Marketing School Internacional e a Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG), o IDESF oferta dois cursos de pós-graduação e um MBA. Já foram formadas mais de 400 pessoas como especialistas em fronteiras. Formações ofertadas:

MBA em Gestão de Negócios e Segurança de Fronteiras
– Pós-Graduação em Gestão, Estratégia e Planejamento em Fronteiras
– Pós-Graduação em Gestão em Ciência Política, Estratégia e Planejamento

Principais estudos realizados pelo IDESF

– Diagnóstico do desenvolvimento das cidades gêmeas do Brasil
– O contrabando de defensivos agrícolas no Brasil.
– O mercado ilegal de telecomunicações.
– A lógica econômica do contrabando.
– O custo do contrabando.
– Características das sociedades de fronteira.
– Rotas do crime – as encruzilhadas do contrabando.
– Operações de segurança nas áreas de fronteira.

Publicação de livros
O IDESF mantém uma editora com foco em publicações relacionadas direta ou indiretamente ao desenvolvimento fronteiriço. Entre os destaques de obras editadas e impressas estão os volumes da publicação (Re)Definições de Fronteiras, que traz artigos acadêmicos em três idiomas sobre realidades fronteiriças de todos os continentes.

– (RE) Definições das fronteiras (4 edições)
– Gestão e planejamento estratégico de fronteiras (2 edições)
– Tráfico de pessoas: reflexões em áreas de fronteira
– Ciência política, estratégia e planejamento (vol. IV)
– Institutos de Processo Civil em Perspectiva
– Memórias de um pesquisador no cárcere
– Hegemony and counter-hegemony in south america: the Mercosur case study

Plataforma traz indicadores das 588 cidades da faixa de fronteira do Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome