IDESF promove debate sobre os arcos de fronteira do Brasil

0
182

As regiões de fronteira têm, naturalmente, pelo menos dois pilares para ancorar seu desenvolvimento: as potencialidades naturais e a integração com os países vizinhos. A afirmação do presidente do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras, Luciano Barros, dá o tom do debate que será realizado pelo IDESF nesta quinta-feira (16). O painel ‘Cenários e perspectivas: o horizonte nos arcos de fronteira do Brasil’ terá participação do secretário especial da Receita Federal (RF), José Barroso Tostes Neto, e será transmitido em plataforma online, com acesso gratuito, a partir das 17h.

O evento terá também como painelistas o ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Sergio Etchegoyen, e os professores da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME), Tassio Franchi, e da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD/MS), Tomaz Espósito Neto.

“As fronteiras têm potencialidades para promover o desenvolvimento sustentável, ancorado em atividades formais, possibilitando emprego e renda aos 11 milhões de brasileiros que vivem nessas regiões”, afirma Barros, mediador do debate. O painel terá acesso liberado, mas para assistir é necessário fazer a inscrição no site www.idesf.org.br/eventos.

Inscrições aqui

A realização está inserida no conteúdo da Pós-Graduação em Gestão, Estratégia e Planejamento em Fronteiras, curso multidisciplinar oferecido pelo IDESF, hoje formado por turmas mantidas com aulas presenciais antes da pandemia em Foz do Iguaçu, Cascavel e Porto Alegre.

O painel tem objetivo específico de colocar no centro do debate a complexidade dessas áreas, com enfoque nos arcos fronteiriços Norte, Sul e Central. A partir dessas delimitações, serão debatidos aspectos como segurança, soberania, integração e desenvolvimento.

Painelistas:

O secretário especial da Receita Federal (RF), José Barroso Tostes Neto, foi superintendente da Receita Federal na 2ª Região Fiscal e secretário de Fazenda do Pará e atuou ainda como consultor no FMI e no BID. O General Sergio Etchegoyen foi chefe do Estado-Maior do Exército. Atualmente, é vice-presidente do Conselho de Administração da FSB Comunicação, empresa parceira desta iniciativa.

O professor da ECEME, Tassio Franchi, atua também no Instituto Meira Mattos (IMM) e no Programa de Pós-Graduação em Ciências Militares (PPGCM). Tomaz Espósito é membro da Rede de Pesquisa em Regionalismo e Política Externa (REPRI), que congrega pesquisadores de várias universidades brasileiras e instituições de pesquisa.

O painel ‘Cenários e perspectivas: o horizonte nos arcos de fronteira do Brasil’ é uma realização do IDESF, ESIC – Business & Marketing School, Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG), FSB Comunicação e Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal (Sindireceita).

Serviço:

  • Painel: “Cenário e perspectivas: o horizonte nos arcos de fronteira do Brasil”     
  • Data:16 de julho de 2020
  • Horário: 17 h
  • Local: Plataforma Zoom
  • Inscrições gratuitas: Site do IDESF (www.idesf.org.br)

Texto e foto: Rosane Amadori – Comunicação IDESF (45)99101-1045

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome