IDESF apresenta ações em prol das fronteiras no Programa Municipal de Educação Fiscal

0
108

O Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF) fez, nesta quarta-feira (19), uma apresentação das atividades desenvolvidas em prol das regiões fronteiriças durante reunião do Programa Municipal de Educação Fiscal, promovido pela Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, realizada na faculdade Uniamérica.

A assessora do Instituto, Rosane Amadori, apresentou indicadores apresentados nas publicações do IDESF. Desde sua fundação, em 2013, o Instituto tem publicado periodicamente estudos e diagnósticos a respeito de temas como a segurança, os custos do contrabando e dos diversos mercados ilegais estabelecidos na tríplice fronteira.

Entre os dados apresentados, os publicados no Estudo de Desenvolvimento das Cidades Gêmeas do Brasil, mapeando as 32 cidades gêmeas ao longo dos 16,8 mil quilômetros de fronteiras. “O IDESF tem um trabalho único no País, utilizando dados oficiais para fazer cruzamentos e comparativos que demonstram o panorama econômico e social das áreas de fronteiras brasileiras”, afirmou a assessora.

Também foram apresentadas as atuações do IDESF na área da educação, com pós-graduação em Foz do Iguaçu, Cascavel e Porto Alegre, e a participação em projetos como a Câmara Técnica de Combate ao Tráfico de Pessoas. Além do trabalho de publicação da Editora IDESF.

O Programa Municipal de Educação Fiscal tem objetivo de compartilhar conhecimentos sobre a origem, aplicação e controle dos recursos públicos por meio de uma abordagem multidisciplinar e é integrado por entidades ligadas ao tema de Foz do Iguaçu e da região. Entre eles, secretarias municipais da Fazenda e da Educação, Unioeste, Receita Estadual de Cascavel, Receita Federal, Procuradoria da Fazenda e Observatório Social.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome