Exército intensifica ações na fronteira com Paraguai e Argentina

0
70
Brasília – O Exército informou nesta terça-feira, 21, que militares da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, intensificaram as ações de patrulhamento e controle de estradas na faixa de fronteira entre o Brasil, Paraguai e Argentina. A ação está sendo realizada de forma integrada com os órgãos de segurança pública dentro do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras.

A operação, que não tem data para término, foi desencadeada após a fuga de 76 presos de alta periculosidade, registrada em uma penitenciária de Pedro Juan Caballero, na madrugada de domingo, 19. A iniciativa faz parte de uma parceria firmada com a Secretaria de Segurança Pública do Paraná para auxiliar na captura dos criminosos.

Na Ponte da Amizade os militares trabalham ao lado de agentes da Polícia Federal, da Força Nacional, Receita Federal e Batalhão de Polícia Militar de Fronteira (BPFron). Juntas as equipes são responsáveis pela abordagem de pedestres e veículos que entram e saem do Brasil.

Atendendo à solicitação da Polícia Federal, o banco de dados do sistema Fronteira Tech da Receita Federal, foi alimentado com as imagens dos prisioneiros que fugiram de um presídio em Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

A base de dados do sistema é permanente, de forma que, caso algum desses fugitivos tente entrar no Brasil via Ponte Internacional da Amizade, o sistema imediatamente acusará um alerta para que as autoridades possam agir.

O sistema envolve um conjunto de 70 câmeras de alta definição colocadas na entrada e na saída da Aduana e ao longo da Ponte da Amizade. Elas têm a capacidade de fazer o reconhecimento facial das pessoas que circulam pela fronteira, além de identificar as placas dos veículos.

Fonte: Marcelo Rech/Inforel

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome