Seminário aborda a relação do desenvolvimento com a segurança de fronteiras

0
153

O desenvolvimento econômico é a forma mais eficiente de combater os mercados ilícitos que caracterizam as fronteiras brasileiras. O desafio de aliar desenvolvimento e segurança é um dos temas de debate do VI Seminário Fronteiras do Brasil, evento que acontece de 21 a 23 de novembro, no auditório da Polícia Federal de Foz do Iguaçu.

Realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF), o seminário já se consolidou como um dos principais eventos sobre fronteira do País, trazendo para debate a variedade de temas que forma a complexidade das realidades fronteiriças. Em sua sexta edição, a realização terá participação de diversos agentes de segurança em âmbito nacional, além de expressivas lideranças da região.

O tema desenvolvimento x segurança terá participação do Secretário do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, brigadeiro Ary Mesquita, e do diretor-executivo da Polícia Federal, Disney Rossetti. O painel “Os desafios do desenvolvimento e da segurança nas áreas de fronteiras” acontece na primeira noite do evento, dia 21, logo após a palestra magna do coronel do Exército Ricardo Bezerra, sobre sua experiência em missão de paz no Haiti.

O seminário também terá painéis sobre o sistema penitenciário brasileiro, com participação do diretor do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Fabiano Bordignon, e sobre a articulação para proteção das fronteiras, com participação do Gerente Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON)/Exército Brasileiro, General de Brigada Sérgio Luiz Goulart Duarte.

Um dos pontos altos do evento será o lançamento do estudo “O contrabando de defensivos agrícolas no Brasil”, marcado para o dia 22. Realizado pelo IDESF, o diagnóstico mapeia o ‘modus operandi’ das quadrilhas especializadas que fazem deste um dos mercados ilícitos que mais crescem no Brasil.

“O mercado ilegal de agroquímicos tem um dos efeitos mais abrangentes entre todas as modalidades de contrabando porque atinge, por meio dos alimentos, a toda a sociedade brasileira, afetando gravemente o meio ambiente”, alerta o presidente do IDESF, Luciano Stremel Barros.

No último dia do evento, dia 23, o seminário terá o lançamento do livro ‘Gestão e Planejamento Estratégico de Fronteiras’, publicação que traz os artigos dos alunos da pós-graduação sobre fronteiras oferecida pelo IDESF. Os trabalhos abrangem diferentes eixos de desenvolvimento: infraestrutura e logística, segurança, saúde e segurança.

A programação completa e as inscrições para o VI Seminário Fronteiras do Brasil, que são gratuitas, estão disponíveis no site WWW.idesf.org.br.

Sobre o IDESF – O IDESF é uma instituição sem fins lucrativos, com sede em Foz do Iguaçu (PR), que, por meio de estudos, ações e projetos, promove a integração entre as regiões de fronteira, o fortalecimento das relações políticas, sociais e econômicas e o combate aos problemas próprios dessas regiões.

Serviço:

  • O quê: VI Seminário Fronteiras do Brasil
  • Quando: 21 a 23 de novembro, das 18h às 22h30
  • Onde: Auditório da Polícia Federal / Av. Paraná, 3471 – Jardim Polo Centro, Foz do Iguaçu (PR)

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome