IDESF participa de colóquio sobre fronteiras e direitos humanos em Dourados

0
75

O presidente do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF), Luciano Stremel Barros, e o pesquisador do Instituto, Fernando Ludwig, participaram nesta quinta-feira (22) do III Colóquio sobre Fronteiras e Direitos Humanos na União Europeia e no Mercosul.  O evento acontece na Universidade Federal da Grande Dourados (MS), de 21 a 23 de maio, e tem entre seus painelistas a integrante da representação da UE no Brasil, Maria Luisa Benitez-Donoso Tarascon.

Os dois representantes do IDESF participaram do painel sobre ‘Segurança, defesa e fronteiras no Brasil e na União Europeia’. Luciano Barros falou sobre os ‘Desafios para o desenvolvimento das fronteiras’ e destacou que o País tem um policial para 400 habitantes, o que significa um déficit de 300 mil policiais segundo métricas internacionais. Entre os aspectos abordados, os mercados ilegais que se expandem, tais como do tabaco, de equipamentos de telecomunicações e de agroquímicos.

Fernando Ludwig palestrou sobre o tema ‘Fronteiras e segurança na União Europeia: a Frontex como um modelo de governança?’, destacando que a Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (FRONTEX) produz uma estrutura de regulação institucional e normativa em matéria de fronteiras.

No mesmo dia, Luciano Barros também fez a palestra ‘Segurança e vulnerabilidade nas fronteiras’ para militares do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON), do Exército de Dourados. Juntamente com Ludwig e o professor da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Tomaz Espósito Neto, Barros entregou um exemplar do livro (Re)Definições de Fronteiras, editado pela 𝐄𝐝𝐢𝐭𝐨𝐫𝐚 𝐈𝐃𝐄𝐒𝐅, no qual os três são autores de artigos, ao representante do Exército.

Sobre o IDESFO IDESF é uma instituição sem fins lucrativos, com sede em Foz do Iguaçu (PR), que, por meio de estudos, ações e projetos, promove a integração entre as regiões de fronteira, o fortalecimento das relações políticas, sociais e econômicas e o combate aos problemas próprios dessas regiões.

Rosane Amadori

Assessoria de Comunicação IDESF

(45) 99101-1045

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome