Dia Nacional de Combate ao Contrabando: IDESF e ABCF divulgam relatório com dados nacionais

0
223

Os cigarros e similares são os produtos mais contrabandeados para o Brasil. No ano passado os produtos derivados do tabaco representaram aproximadamente 43% do total de mercadorias apreendidas pelo órgão. A segunda posição na relação dos itens que entram irregularmente no País é ocupada pelos eletroeletrônicos, com 7,1%, e em terceiro, aparecem as peças de vestuário, com 3,6%, segundo dados as Receita Federal.

Em alusão Dia Nacional de Combate ao Contrabando e a Falsificação (3 de março), o Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF) e Associação Brasileira de Combate à Falsificação (ABCF) divulgarão nesta sexta-feira (15), em São Paulo e em Foz do Iguaçu, simultaneamente, um relatório com números sobre a dimensão do mercado ilegal em diferentes setores e suas perdas para a economia brasileira.

Também será realizada nesta sexta-feira e sábado (15 e 16.03), durante o simpósio Soberania e Integração de Fronteiras, na Polícia Federal de Foz do Iguaçu, uma exposição de produtos apreendidos pela Receita Federal na tríplice fronteira, tais como cigarros, eletroeletrônicos e agroquímicos. A exposição e o evento também fazem parte das ações realizadas pela passagem da data.

“A proporção da entrada ilícita de mercadorias é um indicativo das perdas econômicas para cada segmento e para o País, de uma forma geral. Os milhões que não são arrecadados e que deixam de circular na economia passam despercebido para a sociedade, mas geram uma cadeia de prejuízos e todos pagamos essa conta”, afirma o presidente do IDESF, Luciano Stremel Barros, sobre os dados levantados pelo relatório.

Evento – O simpósio Soberania e Integração de Fronteiras terá quatro palestras com especialistas em diferentes segmentos do desenvolvimento de fronteiras. O delegado da Polícia Federal, Rafael França, fará palestra e lançamento de livro sobre ‘O controle das fronteiras no Brasil”.

O procurador da república, Sérgio Arenhart, falará sobre o tema ‘Ações coletivas no Mercosul’ e o professor doutor, Pery Shikida, abordará o tema ‘Economia do crime’. Ambos também farão apresentação de livros sobre os temas das palestras. O quarto palestrante será o coordenador da Esic – Business & Marketing School, Alexandre Weiler, com a palestra “Tendência em negócios de tecnologia”. O evento é aberto à participação pública.

Serviço

O quê: Simpósio Soberania e Integração de Fronteiras

Quando: dias 15.03 (das 19h às 23h) e 16.03 (das 8h30 às 14h)

Onde: Auditório da PF (Foz do Iguaçu)

Quanto: R$ 50 reais (com certificado)

Sobre o IDESF – O IDESF é uma instituição sem fins lucrativos, com sede em Foz do Iguaçu (PR), que, por meio de estudos, ações e projetos, promove a integração entre as regiões de fronteira, o fortalecimento das relações políticas, sociais e econômicas e o combate aos problemas próprios dessas regiões.

 

  • Rosane Amadori / Assessoria de Comunicação IDESF
  • (45) 99101-1045
  • Foto: PRF

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome