IDESF questiona representantes dos presidenciáveis sobre o desenvolvimento das fronteiras

0
219

O diretor jurídico do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF), Javert Ribeiro da Fonseca Neto, participou, na manhã dessa quinta-feira (27), do debate promovido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) com representantes na área da segurança dos candidatos à presidência da República.

Definida por sorteio, a ordem de perguntas abriu espaço para que o IDESF fizesse questionamento somente para o analista criminal e coordenador de Segurança Pública da campanha de Ciro Gomes, Guaracy Mingardi. Fonseca Neto perguntou qual a proposta do presidenciável para o desenvolvimento das regiões fronteiriças, com foco na segurança pública, a partir do cenário levantado em diversos estudos realizados pelo IDESF apontando que as falhas na educação e a falta de perspectiva pela ausência de projetos econômicos e sociais conduzem os jovens para o mercado de ilícitos.

“Mingardi respondeu, em síntese, que Ciro está muito preocupado com educação e que, entre suas proposições para o setor está a criação de estágio no último ano do ensino médio e investimento em cursos técnicos e bolsas de estudo”, relata Fonseca Neto. O representante de Ciro Gomes disse ainda que, se eleito, o candidato vai criar a Polícia de Fronteiras, com alta sofisticação tecnológica e efetivo maior do que os agentes da Polícia Federal destacados para o controle das fronteiras. O diretor entregou aos representantes dos candidatos os estudos e publicações mais recentes do IDESF com relação às regiões fronteiriças.

O debate teve presença da candidata a vice-presidência da República, Ana Amélia Lemos, e do professor do Instituto de Relações Institucionais da Universidade de São Paulo (USP) e coordenador de Segurança Pública na chapa de Geraldo Alckmin, Leandro Piquet. Também participam o professor de Sociologia da Universidade de Brasília (UnB) e coordenador de Segurança Pública da campanha de Marina Silva, Arthur Trindade; o coordenador de Defesa e Segurança Pública da campanha de Fernando Haddad, Carlos Zarattini, e o general de Exército e coordenador de Segurança Pública da campanha de Jair Bolsonaro, Augusto Heleno.

Sobre o IDESF – O IDESF é uma instituição sem fins lucrativos, com sede em Foz do Iguaçu (PR), que, por meio de estudos, ações e projetos, promove a integração entre as regiões de fronteira, o fortalecimento das relações políticas, sociais e econômicas e o combate aos problemas próprios destas regiões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome